Buscar
  • Francini Wahlbrink

Indústria 4.0: Prepare-se para a revolução dos dados

A tecnologia afeta as nossas vidas de forma significativa. Portanto, é natural que ela tenha afetado profundamente a indústria também. De fato, a presença da tecnologia impulsionou um fenômeno que já é conhecido como Indústria 4.0. Entre vários outros fatores, essa nova configuração da indústria está fortemente conectada à revolução dos dados.


A seguir, você vai compreender melhor o que é a indústria 4.0 e como o Big Data está ligado a ela. Acompanhe conosco!

O que é a Indústria 4.0?


A Indústria 4.0 também é chamada de Quarta Revolução Industrial. Como todas as Revoluções Industriais anteriores a ela, trata-se de um aperfeiçoamento no processo de produção dos produtos e dos equipamentos usados por esse processo. Assim, é a melhoria contínua das máquinas.


A primeira e a segunda revolução foram marcadas, respectivamente, pela criação da produção em massa e pelo advento da eletricidade nas empresas. A terceira, mais recente, foi influenciada pelo advento dos computadores e pela tecnologia da informação.


A Quarta Revolução Industrial é uma evolução natural da Terceira. Se a terceira foi caracterizada pelas melhoras tecnológicas, a Indústria 4.0 será marcada pela fusão do mundo físico e digital.


O que caracteriza a Indústria 4.0?


A Indústria 4.0 tem como características o uso massivo da internet, a instantaneidade dos processos, a virtualização das empresas e a automação completa das máquinas. Ela é marcada por três pilares básicos:


• Internet das Coisas (IoT): é a conexão de objetos físicos, como geladeiras, carros, televisões e máquinas industriais à internet. A IoT permite a geração instantânea de dados de consumo e relatórios para a nuvem.


• Computação na nuvem: a opção de armazenar os arquivos em nuvem, para que sejam acessados de qualquer lugar do mundo, é uma das características mais fortes da Indústria 4.0.


• Big Data: refere-se à quantidade massiva de dados que estão disponíveis para as empresas na internet. Ele funciona basicamente como fonte de energia para a Indústria 4.0.


A Indústria 4.0 e a revolução dos dados


O uso da internet deixa um rastro de dados sobre os usuários e as companhias. Esse banco de dados, mantido por servidores e empresas, é chamado também de Big Data.


Não demorou para que a Indústria 4.0 percebesse o valor dessas informações para gerir estratégias de marketing, estabelecer padrões de comportamento e até mesmo investir em Machine Learning. Essa valorização da informação como fonte de poder para as indústrias ficou conhecida como revolução dos dados.


A revolução dos dados vem para otimizar as vendas e também as produções das indústrias. Além disso, é muito mais simples trabalhar com a Inteligência Artificial tendo como base os bancos de dados. Porém, é importante lembrar que o uso dos dados de clientes ficará restrito a partir de agosto desse ano, com a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD).


Como implantar a revolução dos dados na minha empresa?


Essa exploração dos dados está fortemente ligada à Inteligência Artificial, que vem sendo usada para interpretar as informações. Além disso, é essencial contar com profissionais qualificados para gerenciar os dados, adequar a exploração à LGPD e interpretar essas informações.


Outro ponto importante é o desenvolvimento de software para interpretar e gerenciar os dados. Para isso, entre em contato com a Retta TI e conheça nosso produto.

11 visualizações

Av. Avelino Talini, 171 

Lajeado/RS

CEP 95914014

  • Ícone cinza LinkedIn
  • Facebook
  • Instagram
icon-whatsapp.png

+55 (11) 4300-1049

+55 (51) 3714-7050

© 2019 por Retta TI