top of page
Buscar
  • everton645

Sistemas Legado: Uma Jornada de Comprometimento e Entendimento

Em um mundo em constante evolução tecnológica, abraçar e aprimorar sistemas legados não é apenas uma escolha, mas uma estratégia vital.

Nesta exploração, falaremos sobre cinco aspectos que consideramos importantes para atuar bem quando trabalhar com um sistema legado.



1. Conhecendo o Negócio:


Antes de mergulhar nos códigos, é imperativo compreender a essência do negócio do cliente.

Aproximar-se da visão, missão e desafios específicos permite construir uma base sólida para futuras decisões no desenvolvimento e manutenção do sistema legado. Para fazer isto, é importante que antes de falar do sistema haja no mínimo uma reunião para falar da situação e do negócio do seu cliente.


2. Entendendo o Sistema Legado:


O legado é mais do que linhas de código; é o registro histórico do caminho que o negócio percorreu.

Compreender como o sistema se entrelaça com as operações diárias e os processos de negócios é crucial para manter a continuidade e eficácia. Após compreender o negócio do cliente, na primeira conversa, a segunda deve ser conduzida para entender como o sistema atual atende as suas demandas.


3. Ambiente de Desenvolvimento:


Estabelecer ambientes dedicados para homologação e produção é como criar um laboratório seguro para inovação.

Isolar o processo de desenvolvimento do ambiente de produção garante que qualquer ajuste seja validado e refinado antes de impactar as operações do cliente. As primeiras horas de trabalho não trarão resultados visíveis em novas funcionalidades e correções de bugs, mas garantirirão a estrutura para se trabalhar com segurança.


4. Garantindo a Segurança do Negócio:


A segurança do negócio do cliente é o pilar central de qualquer estratégia envolvendo sistemas legados.

Adotar práticas robustas de segurança, desde a codificação até as políticas de acesso, assegura a confiança e a integridade dos dados. Como fazer isto deve ser combinado diretamente com o cliente, e para garantir que tudo ocorra bem, é importante que sua empresa já tenha processos para evitar vazamento de informações.


5. Compliance e Redução de Erros:


Cumprir regulamentações é mais do que uma obrigação; é uma demonstração de comprometimento com padrões éticos e legais.

Através de ambientes isolados e processos rigorosos, os erros são minimizados, garantindo conformidade e eficácia operacional.


Conclusão:


A jornada de lidar com sistemas legados transcende o código; é uma parceria estratégica entre tecnologia e negócios.

Ao compreender profundamente o cliente, o sistema legado e ao criar ambientes seguros, estamos construindo um futuro sólido e confiável.

Espero que essa abordagem esteja mais alinhada com o que você tem em mente.


12 visualizações0 comentário

تعليقات


bottom of page